Descubra Portugal

4 museus de arte para visitar no Alentejo

A arte é um dos maiores interesses dos turistas que vão à Europa, justamente pelo continente guardar algumas das obras mais famosas de todos os tempos. No Alentejo, em Portugal, não é diferente. Seus pequenos museus têm diversos tesouros para os amantes da arte. Confira abaixo 4 museus de arte para visitar no Alentejo:

Museu de Évora

Este é o principal museu da cidade mais importante do Alentejo. Com mais de cem anos de história, conta com 19 painéis de temas religiosos que são a menina dos olhos do acervo. No total, há mais de 20 mil objetos, entre pinturas de artistas como Francisco Henriques, Garcia Fernandes e Avercamp, estátuas romanas, entre outros.

Criado em 1915, começou por ter exposição de peças do diretor da Biblioteca Pública, Dr. Augusto Filipe Simões, que durante a década de 1870 foi recolhendo peças romanas, visigóticas e árabes que faziam parte do Palácio D. Manuel, do Templo Romano e da Praça do Giraldo.

As coleções existentes foram reunidas ao longo do tempo e mais tarde divididas por diversas seções para serem expostas ao público.

As peças mais importante do Museu de Évora são um conjunto de 13 painéis que representam a Vida da Virgem e 6 painéis menores da Paixão de Cristo pintados em meados do século XV por desconhecidos da escola de Bruges. No entanto, no interior do museu, existem mais pinturas de outros conhecidos artistas como Francisco Henriques, Garcia Fernandes, Mestre do Sardoal, Theniers, Avercamp, Avelar Rebelo, entre outros.

Este museu tem mais de 20.000 objetos dos mais variados temas, o que o torna um dos mais importantes de Portugal. As pinturas têm lugar de destaque no primeiro andar. Para além disso, o edifício é muito bonito por dentro.

O Museu de Évora também tem exposições temporárias bem interessantes para visitar.

Museu de Arte Contemporânea de Elvas

A cidade de Elvas é lar do MACE – Museu de Arte Contemporânea de Elvas – um museu que possui, em seu acervo permanente, seiscentas peças da Coleção António Cachola, com obras de artistas portugueses que incluem desenho, gravura, pintura, escultura, vídeo, fotografia e instalações. A colecção é exclusivamente nacional e proporciona uma visão global da criatividade artística das décadas de 1980 e 1990, sem limites disciplinares, temáticos ou estéticos.

O MACE está instalado num edifício de grande significado para a cidade de Elvas que entre meados do séc. XVIII até final do século XX serviu de Hospital e Mesa da Misericórdia. Em 2002 o edifício foi adquirido pela Câmara Municipal de Elvas e adaptado a espaço museológico.

Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida

Instalado no antigo Palácio da Inquisição, quase de frente para o Museu de Évora, o Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida é focado em arte contemporânea, apresentando diversas exposições de manifestações artísticas e culturais, além de investir em uma programação educativa, com debates e visitas guiadas, muitas vezes com o próprio criador das obras.

Seguro Viagem: Europa
GTA 55 EUROMAX Assistência médica EUR 55.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 21/dia*
TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 R$ 11/dia*

A história do prédio onde abriga hoje o Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida  é uito peculiar. O Tribunal do Santo Ofício foi introduzido em Portugal em 1536, tendo a primeira Inquisição sido instalada em Évora.

Ao longo dos tempos, o Palácio da Inquisição sofreu diversas obras de ampliação e adaptação do edifício para vários fins, pelo que a sua estrutura atual é muito diferente da primitiva.

No tempo do Cardeal-Rei D. Henrique, Arcebispo de Évora e Inquisidor-Geral, ampliou-se muito o edifício, chegando a ligar-se os cárceres à parede ocidental do Açougue – o famoso Templo Romano, transformado em matadouro na Idade Média.

No interior do edifício, destacam-se dois compartimentos, que ainda hoje se conservam, e que merecem a atenção do visitante ou do investigador: a Sala do Tribunal e o Cubículo do Inquisidor.

A primeira, do século XVII, é de planta retangular de grandes dimensões e pé alto direito, iluminada por seis janelas com moldura de granito, protegidas com grades de ferro forjado negro. As paredes são rematadas por um rodapé alto de azulejos finamente decorados, em azul e branco; mas é o teto barroco, de carvalho, que prende o olhar, com os seus caixotões retangulares e de losangos, ostentando ao centro emblema do Santo Ofício: cruz ladeada por uma oliveira e um punhal.

O Cubículo do Inquisidor, no segundo andar, conserva como mais significativo um teto de madeira com pinturas cronografado de 1712, apresentando ao centro as armas dos Francos ou Cortezes.

Extinta a Inquisição em 1821, o edifício foi comprado pelos Duques de Palmela em 1845; serviu de pousada ao lavrador Diogo Maldonado Pessanha no início do século XX e, após nova readaptação, ali funcionou, entre 1928 e 1949, o Hotel Alentejano.

No final da década de cinquenta do século XX, foi adquirido por Vasco Maria Eugénio de Almeida, Instituidor da Fundação Eugénio de Almeida, e todo remodelado para albergar o ISESE – Instituto Superior Econômico e Social de Évora, percursor da reabertura da Universidade de Évora 200 anos após o seu encerramento.

No âmbito de um grande projeto de requalificação do seu patrimônio monumental no Centro Histórico de Évora, em 2013 a Fundação deu uma nova vocação ao Palácio da Inquisição, que funciona hoje como um Centro de Arte e Cultura.

Museu da Tapeçaria de Portalegre

Localizado em Portalegre, próximo à fronteira com a Espanha, este museu se dedica às tapeçarias locais, que utilizam o chamado Ponto de Portalegre. São trabalhos belíssimos e originais feitos em lã. Há também exposições temporárias de artistas nacionais e estrangeiros, principalmente aqueles que utilizam a tapeçaria Portalegre de alguma maneira em sua expressão artística.

Quem leva

Para realizar passeios incríveis pelo Alentejo, a Top Emotions é a empresa de receptivo perfeita. A empresa também realiza transfers e outros tours por todo Portugal, não somente na região do Alentejo.


Publicidade Ⓘ

Quer saber como conseguir a cidadania portuguesa?


Naira Amorelli
Naira Amorelli
Naira Amorelli, Travel Writer, Turismóloga e publicitária é uma apaixonada por Portugal e vive a sonhar com novas descobertas pelos caminhos mais escondidinhos do país. Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes. Havendo reprodução total ou parcial favor citar a fonte: www.portaldeportugal.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *