Dicas

7 belíssimas Estações de Comboios (trens) em Portugal

Cá estou viajando por Portugal e ficando doida a cada esquina, fato. Mas, depois de um certo tempo pra lá e pra cá, já estou surtando com tanta beleza junta, e hoje, decidi separar para você algumas das estações de comboios (são os trens como dizem no Brasil), mais bonitas que encontrei ou tive conhecimento.

Séculos de história e milhões de passageiros já passaram por algumas destas estações, elas são autênticos monumentos dignos de uma visita.

Estação do Pinhão

A Estação Ferroviária do Pinhão é ponto de paragem obrigatório na Linha do Douro. Construída no séc. XIX, você vai se deparar com os incríveis 24 painéis de azulejos que adornam as paredes.

Da autoria do pintor e ceramista J. Oliveira, retratam a vida do Douro Vinhateiro, desde as paisagens, às vindimas e ao pisar da uva. Você pode chegar lá de carro também ou, no verão, juntar o útil ao agradável e viajar a bordo do Comboio Histórico do Douro.

estações de comboios

Estação de São Bento

Em conjunto com a Estação do Rossio, em Lisboa — já vou falar dela também —, a Estação de São Bento, no Porto, está entre as 10 estações de trem mais bonitas do mundo. A contribuir para esse título estão os grandes painéis de azulejos que ocupam o átrio principal.

Logo que você entrar nesta estação, vai se deparar com grupos de turistas de cabeças tortas apreciando os cerca de 20 mil azulejos da autoria de Jorge Colaço.

Muitos deles retratam cenas da História de Portugal, como o casamento de D. João I ou a conquista de Ceuta. Um lugar essencial em qualquer roteiro pela Baixa da Invicta. Você sabia que essa estação também tem um fantasma pra chamar de seu?? Confira aqui a história do fantasma da estação de São Bento.

estações de comboios

Antiga Estação de Aveiro

Os azulejos que cobrem a fachada da antiga Estação Ferroviária de Aveiro chamam logo a atenção de quem chega ao local. Datam de 1916 e são oriundos da Fábrica da Fonte Nova, reproduzindo motivos regionais num estilo chamado de Casa Portuguesa.

Das paisagens regionais, à ria ou aos pescadores, a riqueza impera naqueles trabalhos de azulejaria espalhados pela parte central de três pisos e pelas laterais da estação.

estações de comboios

Estação Vilar Formoso

Inaugurada em 1822, a Estação Ferroviária de Vilar Formoso entra para a lista das mais belas de Portugal especialmente pelo revestimento exterior em azulejo.

A decoração saiu da arte de João Alves de Sá, o mesmo autor de painéis que se encontram em outras estações, como a de Rio Tinto e a de Estremoz.

Produzidos na Fábrica Viúva Lamego e colocados no início do séc. XX, os azulejos da estação de Vilar Formoso ultrapassam as referências locais, reproduzindo monumentos que, até aos dias de hoje, sempre se destacaram no panorama nacional, como o Mosteiro da Batalha, a Torre de Belém ou o Castelo de Guimarães, entre outros.

estações de comboios

Estação de Coimbra

A Estação Ferroviária de Coimbra, também conhecida como Coimbra-A ou Estação Nova, foi inaugurada em 1885, resultado de um projeto dos arquitetos Cotinelli Telmo e Luís Cunha.

Seguro Viagem: Europa
GTA 55 EUROMAX Assistência médica EUR 55.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 21/dia*
TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 R$ 11/dia*

Ao contrário da maioria das estações que compõem esta lista, na estação de Coimbra os azulejos deram lugar à pedra e às linhas retas e triangulares.

A inspiração do ferro prevalece até na fachada desta estação, nomeadamente nas grandes palas que cobrem a entrada ou nos pilares da zona de acesso aos trens.

estações de comboios

Estação do Rossio

É outra das estações mais belas do mundo, classificada como Imóvel de Interesse Público. A Estação dos Caminhos de Ferro do Rossio há muito tempo entrou para os principais guias turísticos de Lisboa.

O projeto do arquiteto José Luís Monteiro levou à construção de um edifício de estilo neomanuelino que utiliza o ferro numa linguagem arquitetônica inserida no romantismo tardio português.

O duplo arco da entrada, em formato de ferradura, dá as boas-vindas aos visitantes, desde os que partem em viagem aos que ali vão apenas para apreciar a estrutura ferroviária.

Os detalhes na fachada, com os seus pináculos, balaustrada e janelas coroadas por esferas armilares, tornam ainda mais rica a estrutura e a destacam como uma das atrações mais lindas da cidade.

estações de comboiosGare do Oriente

Inserida no conjunto de infraestruturas criadas para a Expo’98, a Gare do Oriente é hoje uma das estações mais modernas do país.

Para além do objetivo de servir todos os visitantes que ali se deslocaram por altura da exposição mundial, a estação rapidamente se tornou num dos principais pontos de transportes coletivos (trem, ônibus e metrô) de Lisboa.

Resultado de um projeto liderado por Santiago Calatrava e Andrés Caride, a estação ferroviária encontra-se numa plataforma a 19 metros acima do nível da rua, em forma de ponte de concreto armado.

As oito linhas de trem abrigadas ali são cobertas por uma estrutura metálica modular que faz lembrar quatro fileiras de árvores. Uma construção que veio marcar de forma contemporânea e permanente a zona oriental da cidade.

estações de comboios

Naira Amorelli viajou para Portugal em press trip organizada pelo Portal de Portugal e Embarque na Viagem. Esta ação conta com o patrocínio do Cidadania Já – empresa de consultoria que busca ajudar os descendentes de portugueses a adquirirem a dupla cidadania portuguesa. E apoio do Mysimtravel – chip internacional que te deixa conectado durante a viagem com toda a segurança e economia que você precisa – e Assist Trip, assistência de seguro viagem assegurada pela Zurich e mais nova marca a integrar o portfólio da Seguros Promo.

estações de comboios
Estação São Bento. Foto: Timeless Portugal – www.instagram.com/timelessportugal


Publicidade Ⓘ

Quer saber como conseguir a cidadania portuguesa?


Naira Amorelli
Naira Amorelli
Naira Amorelli, Travel Writer, Turismóloga e publicitária é uma apaixonada por Portugal e vive a sonhar com novas descobertas pelos caminhos mais escondidinhos do país. Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes. Havendo reprodução total ou parcial favor citar a fonte: www.portaldeportugal.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *